Veja como G1 trata herói e vítimas após ocorrência de roubo em SP

Imagine você e sua esposa, à noite, já perto de casa, transitando com a sua motocicleta retornando para casa após a faculdade, e ao diminuir a velocidade para passar por uma lombada, em outra motocicleta dois homens lhe dão voz de roubo, pegam a mochila de sua esposa e tomam o seu veículo!

Imagem: print de vídeo nas redes socias

Depois imagine que um policial militar de folga flagra a ação, espera o momento oportuno e efetua disparos de arma de fogo contra os assaltantes.

Imagine que um dos criminosos morre e o outro fica ferido, e sua motocicleta continua sendo sua, e a mochila é devolvida.

Imaginou tudo isso? Pois bem, isso aconteceu na Zona Leste de São Paulo, na noite de sábado (19).

Como você chamaria o policial de folga? De herói? De bandido?

Como você chamaria aqueles que tentaram roubar sua moto? De vilões? De vítimas?

Ao invés de aclamar o policial militar como herói, pois de folga agiu e defendeu o direito do cidadão, o G1, da rede Globo, implicitamente preferiu abordar o caso como violência policial, uso de câmeras policiais, colocando nas entrelinhas os criminosos como vítimas, chegando a citar entre aspas, a transcrição do áudio de um vídeo, destacando as súplicas do suspeito atingido e ferido, “chama uma ambulância moço. Tô morrendo, meu parceiro… ah, oh, meu parceiro morreu.”

Ao ler o “ah, oh” fiquei até sensibilizado! – Mentira, não fiquei não, pois diante das infinitas possibilidades de conduta que poderiam tomar em suas vidas, escolheram cometer crimes, escolheram covardemente roubar pessoas de bem, inocentes. – Aliás, a motocicleta que a dupla utilizava estava com o chassi raspado, ou seja, produto de crime.

Para ver o nível de jornalismo, o G1 não se deu ao trabalho de checar a notícia, e omitiu do relato a condição das vítimas. Era o marido que buscava a esposa na faculdade? Noivos? Irmãos? – Pelas imagens que circulam em redes sociais é possível perceber que era um casal jovem, e a mulher estava com uma mochila nas costas.

Imagem: print de vídeo nas redes sociais

Pois bem, isso é pouco relevante para o G1, o importante, o grave, o errado era o policial militar de folga, agindo, defendendo os cidadãos de bem, enquanto as vítimas foram completamente ignoradas.

Um herói que cumpriu o seu dever e protegeu o cidadão de bem! – Isso o G1 nunca irá publicar.

Não sei como você respondeu as perguntas lá de cima, mas eu trato criminoso como criminoso, vítima como vítima, herói como herói! – Uma medalha para ele!

Se tiver estômago, leia a notícia publicada no G1: https://g1.globo.com/sp/sao-paulo/noticia/2022/03/20/pm-de-folga-mata-suspeito-de-roubo-e-deixa-outro-ferido-na-zona-leste-de-sp.ghtml#

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s