Opinião: relato de quem concluiu mestrado a distância

Durante o mestrado e o compartilhamento da experiência de ter realizado da forma a distância, tenho interagido com inúmeras pessoas, de todas as partes do Brasil.

Às vezes, breve orientação, noutras, mensagens que perpassam os dias. Em ambos os casos, fico feliz em saber que os meus relatos contribuíram para a tomada de decisão pessoal daqueles que buscam a jornada em busca de um nível superior de estudo.

Alguns vão em frente, outros trilham caminhos diversos. “Como digo, a decisão é de cada um, de acordo com o seu próprio contexto.

Uma desses guerreiros que tenho interagido é o Diego da Costa Ferreira, que também concluiu um mestrado a distância e agora contribui com o relato de sua experiência, para quem sabe, também ajudar na decisão daqueles que pesquisam sobre o tema.

Diego reside em Brasília-DF, é Técnico em Eletrotécnica (SENAI, 2011), bacharel em Engenharia Elétrica (Faculdade Anhangera, 2018) e, agora, Mestre em Organização Empresarial e Projetos Industriais, dupla titulação (Universidade Europeia do Atlântico (Espanha, 2021) e Universidade Internacional Iberoamericana (México, 2021).

Com a palavra, Diego:

Ao finalizar minha graduação, fui tomado por um certo vazio, estava louco para finalizar e agora que tinha finalizado ficou o gostinho de poder fazer algo mais, não queria seguir nenhuma tendência, queria algo diferente, fora do comum, mas que ao mesmo tempo pudesse ser aplicado tanto na minha vida profissional quanto pessoal. 

A missão não era nada fácil! Como achar um curso inovador, acessível e aplicável ao mercado de trabalho? Nada fácil mesmo! Me encontrava mergulhado no trabalho, vivia um crescimento profissional exponencial e conseguir conciliar um novo projeto a essa rotina iria me demandar muita energia e, certamente, alguns sacríficos tanto financeiro como de disponibilidade de tempo eram inevitáveis.

Contudo, vivemos em uma era globalizada, estamos a um clique de qualquer fronteira! E foi com essa perspectiva que comecei uma breve pesquisa e me deparei na possibilidade do Mestrado a distância. Assim começou uma jornada, e quero dividir um pouco dessa experiência.

Quando falamos de Mestrado, logo vem a imagem em nossa mente de um ambiente acadêmico de pesquisa, universidades, laboratório ou até mesmo cientistas. Foi justamente isso que me chamou atenção, agora o desafio era como conciliar tudo isso a uma rotina de trabalho integral, como iria realizar a junção de dois mundos completamente diferentes?

Foi fazendo perguntas assim que escavando delicadamente a possibilidade de fazer um programa de Mestrado EAD, com valor mais acessível e ainda aplicável ao mercado de trabalho.

Através da FUNIBER encontrei essa possibilidade, essa instituição realiza a ponte entre alunos e universidade internacional. Assim, encontrei um curso que se encaixava perfeitamente ao meu perfil profissional e poderia da uma continuidade na minha jornada acadêmica que se iniciou com o curso Técnico em Eletrotécnica, Engenharia Elétrica e, agora, tinha a oportunidade do Mestrado em Engenharia Industrial.

Esse Mestrado tem uma estrutura diferente dos tradicionais, presenciais. Classificado como Mestrado Profissional ele tem como objetivo formar profissionais de alta excelência para atuar fora das universidades e centros de pesquisas. Era justamente o que eu deslumbrava naquele momento e a ansiedade ofuscou alguns cuidados que deveria ter naquele início.

Um Mestrado EAD e, ainda mais internacional, exige um grau de maturidade muito grande, não somente de disciplina e dedicação ao curso, mas saber onde ele pode ser aplicado e os trâmites legais para usufruir dos seus benefícios de forma integral.

Ter a ciência do processo de revalidação é fundamental, saber diferenciar um curso próprio de um oficial, saber dos custos para receber os documentos uma vez que eles vêm de outro país, detalhes assim, para mim, no primeiro momento, ficaram apagados pela a ansiedade.

Sem falar que não podemos negligenciar o prazo de recebimento desses documentos para iniciar uma segunda etapa e, não menos difícil, que é reconhecimento.

Ou seja, antes de qualquer decisão tenha essas questões esclarecidas.

No meu caso foi um pouco mais simples, pois meu intuito sempre foi aperfeiçoamento profissional. Apresentar o diploma no mercado privado facilitaria a aceitação.

Se você tem esse mesmo intuito veja antes com a empresa o nível de aceitação de um programa de mestrado internacional. Caso seja para uso na esfera pública, o processo de reconhecimento é obrigatório, onde certamente vai precisar colocar na balança as vantagens e desvantagens desse processo.

Durante esse processo entre 2019 a 2021, vi a evolução da legislação através da CAPS nos incentivos dos primeiros Mestrados Profissionais no Brasil e o início da flexibilidade dos Mestrados EAD e nos processos de revalidação. Ainda temos um processo bem rigoroso e penoso para quem tem esse sonho, espero que esse processo evolutivo ganhe tração e as oportunidades sejam abertas às pessoas que almejam trilhar esse caminho.

Abordando um pouco mais a minha experiência durante esse processo, finalizei o programa em 18 meses e não ache que foi fácil por conseguir reduzir o tempo de 24 para os 18 meses, tive que sacrificar férias profissionais para me dedicar 100% aos estudos. No meu caso, tive de ler aproximadamente 4.000 páginas, poucas orientações por e-mail, sem nenhum contado de outro colega aqui no Brasil no mesmo programa, poucos matérias em vídeo e os que tinha eram em inglês no máximo em espanhol.

Certamente tudo isso reduziu o aproveitamento do curso e potencializou o esforço para superar todas essas barreiras. Não houve atividade em grupos ou troca de experiência de forma mais intensa. Tive que me basear basicamente no material escrito, o que me ajudou muito a desenvolver o curso foi que graças a minha graduação e minha experiência profissional tinha bagagem de conhecimento teórico para aplicar no decorrer do curso. Outro fator que me ajudou muito foi elaborar a dissertação (trabalho final do curso) com o mesmo tema que atuo profissionalmente, assim as minhas ideias fluíram de forma natural, poupou-me horas e horas de pesquisas.

Uma vantagem que tive que a FUNIBER me ofereceu foi a possiblidade de um duplo mestrado, um mesmo programa com certificação por duas universidades, no meu caso um na Espanha e outra no México ambas com nomenclaturas diferentes mas similares que pode ampliar aceitação e trazer um peso maior no mercado profissional. Lembrando que isso tem custos e no meu caso foi uma parte em euro e em dólar.

De uma forma geral fiquei bem satisfeito em concluir essa jornada e valeu a pena, infelizmente em nosso país não temos muitos opções para quem deseja esse caminho. Atualmente temos diversos programas de mestrados, híbridos, semipresencial, “sanduíche”, acadêmicos, profissionais, EAD, nacionais e internacionais seja o que mais se adequa a sua realidade para ter o melhor prefeito possível, a caminha será longe mais tenho certeza que a satisfação e o orgulho serão ainda maiores.

Diego Ferreira

Me. em Organização de Empresas e Projetos Industrias

contato pelo WhatsApp: 61-9168.8975

4 comentários

  1. Gostaria muito de agradecer ao Luiz Wilner por ter contribuído diretamente nesse projeto e agora em me dar esse oportunidade em compartilhar esse experiência. Muito obrigado Luiz que Deus continue abençoando vc grandiosamente e que vc continue contribuindo com a sociedade!

    Curtir

  2. parabens Diego que conheceu de perto a sua fome por apredizando e saber , nem imaginaria que essa força de vontade e capacidade de assimiliar e repricar o saber, iria leva-lo litaeralmente a outros lado do mundo , que mantenha a suade em dia para se prosseguir em mais desafios e realizações

    Curtir

    • Muito obrigado Geldo Ferreira de Araujo. Sem duvidas você faz parte dessa conquista! Um forte abraço

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s