Rota da malha e turismo em Jaraguá do Sul

Quando vou para outras cidades e falo que moro em Jaraguá do Sul, uma das primeiras características que falam é que é a cidade das grandes malharias. Logo, perguntam sobre preços e feirões.

Narro o que vejo, ou seja, os preços comercializados nas lojas de fábrica são normais ou superiores ao encontrado em outras revendas. Por exemplo, já aconteceu de eu comprar uma marca de roupa fabricada em Jaraguá do Sul bem mais barata em cidade no sul do Paraná – vá entender?!

Em Jaraguá do Sul não há feirões em que ocorra uma concentração de malharias, cada uma faz a sua ponta de estoque/feirão/promoção em períodos diferentes do ano – algumas, aliás, nunca vi fazerem!

Mesmo com esse contexto, para aqueles que querem comprar no varejo e desejam se aventurar pela cidade, fiz uma breve relação com algumas malharias conhecidas e que possuem loja em anexo.

Para os visitantes ou turistas não ficarem na decepção, inclui pontos conhecidos e de grande relevância, para que se acaso não sairem “vestindo a camisa jaraguaense”, ao menos saiam com “Jaraguá do Sul no coração”.

Parti de uma rota de quem saiu da BR 101, percorreu a BR 280 e permaneceu na cidade um dia – lembrando que o horário comercial inicia às 9h.

Sugestão de rota

  1. Marisol: R. Bernardo Dornbusch, 1400 – Vila Lalau – (malharia);
  2. Scar: R. Octaviano Lombardi – Czerniewicz – (centro cultural);
  3. Museu da Paz: Av. Getúlio Vargas, 405 – Centro – (memória ao expedicionário, que fica no Centro, ou seja, pode-se percorrer o comércio, efetuar lanche etc);
  4. Arena Jaraguá: R. Gustavo Hagedorn, 636 – Nova Brasília – (centro poliesportivo);
  5. Karlache: R. João Carlos Stein, 382 – Jaraguá Esquerdo – (malharia);
  6. Malwee: R. Bertha Weege, 200, Barra do Rio Cerro – (malharia);
  7. Parque Malwee: Rua Wolfgang Weege, 770 – Parque Malwee – (parque ecológico) – (em anexo há um restaurante, em que se pode almoçar. Pode-se iniciar pelo almoço, conhecer o parque e depois ir à loja);
  8. Gatos e Atos: R. 25 de Julho, 1856 – Vila Nova – (malharia);
  9. Chiesetta Alpina: Morro Boa Vista – Boa Vista – (ponto turístico) – (final da tarde, poderá ser possível admirar o sol retirando-se);
  10. Portal de Jaraguá do Sul, divisa com Guaramirim – (retorno BR 280 – BR 101)

Rota pelo Google Maps: Rota da Malha e Turismo em Jaraguá do Sul

Alguns desses pontos leva uns 15 minutos para conhecer (já considerando as fotos), como a Arena Jaraguá, outras já dependem do olhar e da pessoa, como o Parque Malwee, por exemplo, que pode ser visitado com uma rápida volta de carro ou uma longa e prazerosa caminhada.

Destaco que se a intenção é ficar mais de um dia, pois bem, as opções aumentam, é claro, mas isso já é assunto para outro post.

Para aqueles que vierem, recebam desde já, o abraço jaraguaense!

Parque Malwee

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s