Amigo para solitários…

Teu miado é sinistro e igual
a tantos outros que se tem lembrado
que apesar de tua obra insensata
o sentido te faz somente amar.

Acariciar teu peito amigo
e fazer-te aos poucos sonhar
o teu sentido animal se dá
cego ao dono sem ti dor…

Amigo infiel e calado
se faz desde os antigos tempos…
Enxugar-me-á as lágrimas
se os sonhos errados tomar.

Sei, tu és assim mesmo…
Eu nem a esmo sei dar-me por inteiro
apenas brinco sem sorriso no rosto
esperando a mente cerrar os olhos.

Sete vidas tens a partilhar
com pessoas assim como eu
solitárias, frias, emudecidas…
Hipnotizadas pela trinca na parede.

 

250899

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s