Servidores em greve em Jaraguá do Sul

A greve dos servidores públicos municipais de Jaraguá do Sul já entrou para a história.

Há tantas formas de destacá-la: coragem, união, insatisfação, força…

Entretanto, torço para que os ânimos, já sacudidos pelas decisões de ilegalidade da greve, bem como das perdas salariais sentidas no último contracheque, não expludam e resultem em violência ou outros atos que atentem contra a Ordem Pública.

Os grevistas não são baderneiros, marginais ou qualquer outra designação pejorativa, mas são pessoas de bem consumidas pela indignação e cansadas. Nesse contexto, inflamados pela falta de diálogo do executivo, pelas votações de um legislativo que cumpriu ordens partidárias, munícipes que vociferam contra os eles, pois foram prejudicados, de uma forma ou de outra, pela greve… alguns podem se perder na busca pacífica dos seus direitos.

Assim, o que aconteceria com o movimento se algum desaventurado, no meio dos ânimos exaltados, jogasse uma pedra, chutasse alguma porta? todos os grevistas entrariam na onda? o que as pessoas da comunidade que ainda apoiam o movimento pensariam?

Uma coisa é certa, se algo fugir da normalidade nesta terça-feira, 4, basta uma fotografia e um título bem escrito em uma capa de jornal, uma frase de efeito dita por algum locutor de rádio, e toda a luta estará perdida, bastando apenas um abandono do jogo, pois o xeque-mate será inevitável.

Que a busca de direitos continue, mas sem perder a razão e a cabeça

Publicado em 3 de abril de 2017.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s