Airosa silhueta

Um dia após o outro,

um momento seguido de outro igual,

tudo corriqueiro como o respirar,

mas hoje, exatamente hoje…

um dia qualquer!!??

Casuall!

Mas em apenas um contato visual,

Meu ser ofuscou-se diante de ti, mulher,

Possuidora de inigualável beleza,

Charme,

Sedução jamais vista…

Ah, se Platão estivesse aqui!

A concepção da perfeição seria reformulada

Apenas com um movimento de seus lábios,

Apenas com a visualização de seus olhos…

Mas espere,

Será um sonho?

Se for, quero quedar assim:

inerte, em repouso infinito,

apenas contemplando sua airosa silhueta.

Contudo, estarei esperando impaciente

por um olhar… por um silêncio falante.

Onde o tempo passará aos nossos olhos.

Nada como era antes… e apenas

um sonho no próprio sonho!

Um carinho em sua face… um tocar de lábios…

de almas.

imagem: http://mayte-poemasyreflexiones.blogspot.com.br/2012_02_18_archive.html

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s