Olhar de acovardamento

Alguns membros do legislativo jaraguaense, nessa quinta-feira, 23, ao saírem da Câmara de Vereadores, revelaram-se em uma verdadeira postura de acovardamento: olhar para baixo, peito encurvado, lábios comprimidos, andar rápido da porta da Câmara para dentro do carro.

Qual contexto essa postura revela? Há várias hipóteses:

– Votam sem convicção de sua próprias escolhas?
– São marionetes de partidos políticos e de um código de ética partidário?
– Medo de olhar as pessoas e sustentar com argumentos suas próprias escolhas?
– Consciência que pesa ao ver que pessoas irão sofrer dependendo do seu voto?

Quem sabe o que se passa na cabeça de cada um deles. Mas uma coisa é certa: devem mostrar dignidade e defender as suas escolhas e não sair da Câmara, usando uma expressão popular conhecida, com o rabo entre as pernas.

Quando “homens” pedem votos, dão mil argumentos para justificar o motivo pelo qual estão se candidatando, olham nos olhos, apertam as mãos, dão abraços fortes e convincentes. Deveriam ter a mesma postura durante o exercício de seu mandato, e não agirem como imberbes.

O olhar denuncia o marido infiel, o parente ladrão, o funcionário mentiroso, e também denuncia o acovardamento de alguns membros do legislativo. – Uma pena, pois também são os meus representantes, tenha eu votado ou não em algum deles.

Aos nobres vereadores desejo somente duas coisas: discernimento e dignidade, independente da decisão que tomarem, pois se tiverem isso, tomarão a melhor decisão e a sustentarão com convicção.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s