Auto da Barca do Inferno – O Político

Cena Final
O POLÍTICO
Aproxima-se mais um potencial passageiro para a barca do inferno:
Político: (afoito e nervoso) Espere aí, espere aí que eu quero entrar!
Barqueiro: Vamos, vamos que já estamos partindo!
Político: Quanto é a passagem? (pergunta tirando algumas cédulas de dinheiro do paletó)
Barqueiro: Que é isso? Não precisa pagar, pois hoje é de graça! Aliás, é advogado com essa gravata, quem sabe pastor, ou talvez golpista ou empresário?
Político: (entra na barca e toma um lugar) Que é isso cidadão, sou o vosso representante na assembleia, nunca ouviu falar do senador Tonhão?
Barqueiro: Senador Tonhão! Por que não falou antes?!
Político: Exato! Foi meu projeto que colocou uma rapadura e um litrão d’água ardente na cesta básica do povão. Sabia que iria me reconhecer! Você é do norte, não é?
Barqueiro: Norte, Sul, Leste ou Oeste, o que importa? Aliás, desculpe-me, mas nunca o vi mais gordo, nem mais magro; aqui embaixo, (olha para a plateia) não pega nem a Voz do Brasil. Mas, conte-me, como entrou aqui com esse dinheiro embaixo do paletó?   
Político: Não subestime a influência de um senador da vossa república, fique sabendo que tenho os meus contatos, e, além do mais, você ficaria assombrado se soubesse de todos os lugares que eu consigo esconder dinheiro! Quer ver?
Barqueiro: (fala com ênfase) Eu realmente não quero saber, muito menos ver! Dá uma dor só de pensar!
Político: (grita nervoso) Que tagarela! Vamos! Por que esse barco ainda não partiu?
Barqueiro: Mas você sabe como veio parar aqui? Onde está e para onde está indo?
Político: Lembro da escadaria da saída dos fundos… Ah quer saber, eu não quero saber, e no caminho você me conta! Saia daqui logo, pois acho que fui grampeado e a federal está atrás de mim. Tudo por causa de uma mesadinha, de um agrado de um amigo empresário.
Barqueiro: Gosto de homens assim, decididos, que entram na barca sem titubear. Saiba que vou levá-lo para um lugar onde irá encontrar vários amigos seus, todos engravatados, representantes do povo, que contribuíram com a saúde, educação e segurança de suas próprias famílias, e de ninguém mais!
Político: Converse menos! Vamos logo, aumento a gorjeta, e se sair daqui rápido, tento encaixá-lo em alguma licitação lucrativa, talvez para a copa ou olimpíada. Ande vamos…
Barqueiro: Remador, hora de partir, reme, reme… (olha para a plateia) Mas não se preocupem, almas perdidas, daqui a pouco buscaremos vocês, hahahahaha…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s