Judô x Futebol

9

No mês de julho ocorreu no ginásio do Colégio Bom Jesus, em Jaraguá do Sul, o primeiro Festival Jaraguaense de Judô.

Participaram do festival mais de uma centena de atletas, divididos nos naipes masculino e feminino, cuja faixa etária compreendia dos 8 aos 16 anos. Disputaram, no tatame, atletas jaraguaenses e de outras cidades, como Joinville.
O evento teve como um dos idealizadores o professor Cláudio, que contou com uma excelente equipe. Também teve o incentivo por parte da prefeitura municipal e de outros patrocinadores.
Nesse festival eu pude perceber alguns ingredientes necessários para se criar e manter uma sociedade mais equilibrada, coerente e coesa. Ingredientes como: a família, a educação das pessoas e a presença do esporte realmente levado a sério.
Família na presença dos pais, mães, tios que estavam nas arquibancadas torcendo para os filhos, para os sobrinhos que se esforçavam no tatame.
A educação estava presente nas pessoas que estavam naquele local. Pois em nenhum momento vi um empurrão sequer, ou qualquer outro tipo de ameaça entre o público. Em nenhum momento ouvi um xingamento, por menor que fosse.
Vi, também, o esporte sendo tratado com seriedade. Demonstrando, claramente, que ele é composto por princípios e valores que envolvem o respeito, a educação, e a dignidade.
E digo mais, como é bom presenciarmos um evento esportivo desse nível, vendo que todas as pessoas estavam envolvidas pelo clima amistoso, um local sem palavras de baixo calão, um local sem consumo de bebidas alcoólicas, em que todas as pessoas estavam cientes de tudo o que está acontecendo.
Muito diferente com o que ocorre com outros esportes, como o futebol, por exemplo. No qual vemos, muitas vezes, a violência no campo, entre os jogadores, violência entre os profissionais que se xingam sem pudor; violência entre os torcedores, xingamentos em coro, contra o árbitro, contra os jogadores, e contra a torcida adversária; além, é claro do clima alcoólico que toma todo o ambiente.
Não importa se é no campeonato brasileiro, no estadual ou no campeonato varzeano, o cenário é sempre igual. E tem muitas pessoas que ainda levam as crianças para ver, ouvir e aprender diante desse cenário lamentável e grotesco.
Muito diferente do que aconteceu no festival de judô, que segundo um dos organizadores, era uma festa para incentivar a prática da referida arte; além de envolver a integração entre participantes oriundos de diferentes municípios.
Para se ter uma ideia, a única manifestação dos torcedores durante o evento inteiro, foram os aplausos, pois todos estavam cientes que naquele dia não havia derrotados, mas todos eram vencedores: a organização, os atletas, crianças e adolescentes, e a torcida como um todo.
É uma pena que eventos como esse não tenham o mesmo destaque pela mídia, como tem as peladas dos fins de semana.
Já espero ansioso pelo festival do ano que vem. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s